Livros e Resenhas-Pelo mesmo caminho?

Há quem diga que não se passa duas vezes pelo mesmo caminho. Mas seria de fato algo determinado a sempre assim acontecer?

Oportunidade é algo que podemos enxergar em nosso cotidiano, nas grandes lutas e adversidades, bem como nas grandes vitórias.

Saber ver oportunamente tudo que vivemos nos conduz a uma maturidade de ser mais grato, a despeito do que for e seus resultados.

Diante disso, é possível sim, passarmos duas vezes pelo mesmo caminho, outrora de amargura, outrora de vanglória.

E em todos estes, alí estará a oportunidade de enxergar mais além, com mais perspicácia e menos murmúrios.

Tendenciosamente somos muito murmuradores. Nada está bom ou nunca perfeito. Não digo que a busca por excelência não deve ser nosso alvo, mas reconhecer-se limitado e falho, dependente de Deus, que nos dá a força e a sabedoria, é um grande desafio nestes tempos áureos de luta por sobrevivência.

E acaso se passarmos por um mesmo trajeto então, o que nos acrescentaria ou diminuiria como seres humanos?

Creio que teríamos mais nobreza ante nossas escolhas, ponderando mais e tendo a oportunidade de ser diferente de como o fomos no passado que nos faz lembrar, ora de momentos de dores, ora de momentos de glória.

E em todos estes, por certo, far-nos-ia muitíssimo bem sermos agradecidos. Sim, gratos a Deus pela oportunidade de viver e reviver situações e escolher agir, ponderar e confirmar atitudes mais coesas, sensatas e sobretudo, amadurecidas.

A idade nos faz mais maduros ante as vissitudes da vida e nos determina ante as idiossincrasias que outrora tendemos a carregar.

Não sejamos imaturos, pois ao experimentarmos nessa efêmera vida, momentos que poderão se transformar de precipitados em ponderados e sábios, momentos de dor e angústia em momentos de renovo da nossa fé e força, por certo não seremos os mesmos.

A cada novo dia, uma oportunidade. A cada nova oportunidade, ainda que seja por caminho aparentemente semelhante ao que já conhecemos, quem sabe não ainda teremos algo novo para se olhar e praticar?

Tudo dependerá de como encaramos o que temos a frente.
Isto é bem diferente de lamentar pelo que não foi feito, mas sim, buscar ver o que pode agora ser executado.

E por fim, a cada nova oportunidade que temos concedida por Deus de passarmos duas ou mais vezes pelo mesmo caminho, que reflitamos nas diferentes oportunidades de amadurecer e olhar por outro prisma aquilo a nossa frente, afinal, são oportunidades de revisão das rotas e decisões.

Livros e Resenhas
Curta nossa página XD

Estamos no Google+

Comentários

Comentários