maybe-not-Livros e Resenhas

Maybe Not / Colleen Hoover – Livros e Resenhas

“A única diferença entre apaixonar-se e amar
é que seu coração já sabe como você se sente,
mas sua nente é teimosa demais para admitir”.
– Colleen Hoover (Maybe Not)

Colleen Hoover é, sem dúvida, a autora queridinha do momento e, mais uma vez, demonstra que é digna desse título com o livro, ainda inédito no Brasil, “Maybe Not”. Esse novo livro é uma espécie de spin-off do sucesso “Maybe Someday” – recém lançado no país como “Talvez um Dia” pela editora Galera Record (leia a resenha de “Maybe Someday” já disponível no blog pelo link no final dessa resenha).
Warren, o hilário amigo de infância e colega de apartamento de Ridge, protagonista do primeiro livro, rouba muitas cenas em Maybe Someday e merecia um livro solo. Narrado inteiramente por ele, “Maybe Not” se concentra em sua relação com Bridgette, nova moradora do apartamento.
Por meio da visão de Warren, entendemos o fascínio que Bridgette causa logo ao chegar – a primeira cena do banheiro é impagável – e, principalmente, compreendemos como essa relação inesperada se tornou plausível. Bridgette sempre deu indícios de ser um personagem mais complexo por traz de seu uniforme microscópico de garçonete do Hooters e a lingua mordaz e, agora, acompanhamos as descobertas que apenas Warren teve a persistência para desvendar.
Revelações são o que não faltam nesse livro, passando pelo motivo da fixação de Warren em filmes pornográficos, até a mais bombástica de todas: a explicação sobre a insistência de Brennan, o cantor irmão de Ridge, para a garota ser aceita como colega de apartamento. Confesso que fui pega de surpresa.
É inegável que a autora é especialista em criar personagens masculinos interessantes e bem construídos, mas, provavelmente por causa das poucas páginas – apenas 130 páginas – e do curto período que transcorre durante a trama, senti falta de um maior desenvolvimento de outras áreas da vida de Warren, como sua amizade/irmandade com Ridge e Brennan.
Entretanto, apesar de curto como o livro “Finding Cinderella” (Colleen Hoover, 2013, Atria Books, 90 p.) – da série Hopeless –, “Maybe Not” cumpre o objetivo a que veio, não tentando ser uma continuação de “Maybe Someday”, mas um complemento: muito bem escrito, divertido, emocionante e hot! Sim, muito quente! Isso já era de se esperar de uma relação entre os personagens que começou apenas fisicamente, mas eu não acreditei que encontraria cenas mais apimentadas do que em “O Lado Feio do Amor” (Colleen Hoover, Ugly Love, 2015, Galera Record, 336p.). Contudo, lá estavam extremamente descritivas, mas pertinentes ao enredo e ao clima do livro.
Certamente, irei continuar acompanhando todas as séries de livros escritas por Colleen Hoover, porém, irei aguardar ansiosamente um próximo livro dessa série, torcendo para que seja focado em Brennan, vocalista da banda agenciada por Warren, que aparenta guardar tantas emoções silenciosas quanto o irmão Ridge.

Leia a resenha de Maybe Someday (aqui).
Leia também a resenha do primeiro volume de Never Never(Nunca, Jamais) dessa mesma autora (aqui).

Agora me diga: você já leu algum livro de Colleen Hoover? Gostaria de ler esse New Adult quando for lançado no Brasil?

Parceria:

Gatita & Cia.
Curta nossa página XD
Siga nosso Instagram XD
Estamos no Google+

Comentários

Comentários