Livros e Resenhas – Instituição para Jovens Prodígios – A Seleção /L. L. Alves

ijp-alves-cover-livros-resenhas-gatitaeciaSINOPSE:
Do subúrbio carioca para uma instituição de jovens superdotados na Inglaterra, Lara Müller, uma adolescente com todas as frustrações e inseguranças típicas da idade, aprenderá que, para realizar seu sonho, são necessários sacrifícios. Deixando tudo de mais precioso para trás, nossa protagonista irá encarar uma nova realidade, muitas vezes assustadora…
Quando Lara se deixa levar pela curiosidade e é atraída pelos novos ares de Sheffield, coisas ligeiramente estranhas começam a acontecer… Por que sente como se os alunos a conhecessem? Por que faz inimigos em tão pouco tempo? E, principalmente, quais os reais interesses dos mantenedores da poderosa Instituição para Jovens Prodígios? Com uma nova melhor amiga ao seu lado e um amor inesperado, Lara começa a acreditar que está ficando maluca…
É normal um pombo se comunicar com uma garota?
O material, gentilmente cedido pela autora, contendo o prólogo e os quatro primeiro capítulos acompanha Lara em um momento conturbado para qualquer adolescente. Na eminência de finalizar o colegial, a brilhante garota necessita descobrir qual caminho trilhar para garantir seu futuro e ajudar sua família.
Vinda de uma constituição familiar muito semelhante à retratada, posso afirmar que L. L. Alves cria com competência a relação entre a protagonista e sua família carioca. As picuinhas inofensivas com os irmãos Mário e Luana e a preocupação genuína com a saúde financeira difícil que enfrentam facilitam a empatia do leitor por Lara que, apesar de uma inteligência fora de série, sofre as angustias de qualquer garota da sua idade, prestes a explorar o mundo com suas próprias pernas.
Importante ressaltar que a autora acerta em abordar o estresse que as dificuldades financeiras causam nos filhos não pela ótica da intolerância a frustração de não ter todas as coisas materiais que desejam, mas pela impotência em poder ajudar e aliviar as preocupações dos pais. E é em meio a essas conjecturas que Lara, como em um passe de mágica – ou no caso uma mera reportagem no telejornal – passa a ser a grande esperança de mudança de vida da família ao ser apta a se inscrever na Instituição para Jovens Prodígios.
A seleção para a misteriosa instituição inglesa serve de alegoria para o processo do vestibular que os adolescentes são submetidos em uma época de maturidade ainda em formação, onde as dúvidas se suas decisões serão as acertadas são somadas ao despertar dos hormônios e a percepção um pouco trágicas das perdas sofridas. Certamente fiquei curiosa para descobrir como a protagonista lidará com as futuras mudanças, já que ela, nessas primeiras impressões, dá sinais que sua genialidade influência a maneira que lida com a ansiedade.
Se eu continuaria a ler esse livro? É obvio que sim! Estou tão interessada em conhecer a Instituição para Jovens Prodígios quanto Lara e de quebra acompanhar a escrita gostosa e envolvente de L.L. Alves.

O primeiro de quatro volumes dessa fantasia já está em pré-venda no site da Editora Essência Literária por esse link.

Parceria:

Gatita & Cia.

Curta nossa página XD
Siga nosso Instagram XD
Estamos no Google+

Comentários

Comentários