Livros e Resenhas-Layerth – O Mundo Perdido / Denis Ibañez Rodrigues Vieira

 

Livros e resenhas“…uma nação não foi feita com

grande riqueza material, um volumoso

 exército ou vasto território.

O que importou foi a riqueza de

 conhecimento e espírito”.

 

(DENIS IBAÑEZ RODRIGUES VIEIRA

in: Layerth – O Mundo Perdido)

 

O universo literário mudou drasticamente nos últimos anos com a popularização da internet, globalizando o mercado editorial. Esse fato possibilita que o livro de um autor brasileiro, editado em lingua inglesa, chegue ao leitor mesmo antes de sua versão original em português. É o caso do primeiro volume da série “Layerth – O Mundo Perdido” (Layerth – The Lost World, 2014, America Star Books, 180 p.), escrita pelo paulista Denis Ibañez Rodrigues Vieira.

A fantasia infanto juvenil acompanha o garoto Novel, filho do guardião do litoral de uma vila falida de Invinmor, um mundo com ares medievais, onde lendas perdidas no tempo ainda ditam o cotidiano. Entretanto, Novel, como um típico adolescente, está mais interessado em suas aventuras românticas, do que em seguir regras que, em sua curta vida, parecem arbitrárias e fundadas em mitos.

É numa dessas peripécias que – assim como Alice de Lewis Carroll inadvertidamente cai na toca do coelho, revelando o País da Maravilhas – Novel, ao infringir as normas de Invinmor, mergulhando no mar proibido, descortina todo um mundo perdido na mitologia de seu povo, mas bem real: Layerth.

Para representar o crescimento figurativo do amadurecimento que desponta nessa fase da vida, o autor se vale do crescimento físico literal e instantâneo do protagonista e, posteriormente, de Fyrea, sua namorada, ao passarem pelo portal marítimo.

Nessa terra inóspita, Novel compreende que a história secreta de sua família está intrinsicamente ligada a segurança dos dois mundos e que, talvez, seu destino seja ainda mais desafiador do que ser um importante guardião.

Uma vez em Layerth, Novel e Fyrea se unem ao robô Iron em uma jornada que visa descobrir o paradeiro do pai do protagonista e revelar o mal que ameaça esse mundo e, consequentemente, Invinmor, sua terra natal.

Durante a peregrinação do trio, o escritor nos apresenta uma gama heterogênica de cidades, cada qual representando um microcosmo, com suas características peculiares. Povoados destruídos por anos de guerras, contrastam com metrópoles cientificamente avançadas; desertos tórridos, montanhas congelantes e florestas inabitadas reproduzem a diversidade que encontramos no mundo real, fazendo o leitor se indentificar com os personagens, mesmo que eles estejam enfrentando as mais inimagináveis criaturas.

Aliás, “Layerth – O Mundo Perdido” irá agradar em cheio os leitores que apreciam uma fantasia recheada com muita ação, pois todos os capítulos são bem dinâmicos.

Agora, resta aguardar o lançamento do livro por aqui, no idioma nacional, para acompanhar as grandes aventuras sucedidas em Layerth.

Para mais informações sobre o livro, acesse:  http://layerth.suaestante.com.br/
Curta nossa página XD

Estamos no Google+

 

Comentários

Comentários