Em 4 de julho de 1865 era publicado pela primeira vez “Alice no País das Maravilhas”, livro que se tornou um clássico da literatura infantil mundial.

Escrito por Lewis Carroll, pseudônimo de Charles Lutwidge Dodgson, professor de matemática de Oxford e inspirado na garotinha Alice Liddell, as aventuras de Alice ainda contam com mais um livro: “Através do Espelho e o Que Alice Encontrou Por Lá”.

Os livros de Carroll talvez só sejam comparáveis as obras dos irmãos Grimm, apesar de não serem considerado um conto de fadas, pois não se originou na tradição oral. Mesmo que sempre tenha estado envolto em meio a acusações a respeito de veladamente ser uma apologia à pedofilia, principalmente pelo comportamento excentrico de seu criador, essa fantasia nunca perdeu o brilho, sendo incansavelmente adaptada nos mais diversos formatos.

alice101

Desde a já também clássica animação da Disney de 1951 (Alice no País das Maravilhas, Alice in Wonderland, 1951); passando pelo recente, porém marcante filme dirigido pelo Tim Burton e estrelado pelo Johnny Deep, numa espécie de continuação do enredo original, com uma Alice (Mia Wasikowska) 10 anos mais velha revisitando o País das Maravilhas (Alice no País das Maravilhas, Alice in Wonderland, 2010); até a série de tv Once Upon Time in Wonderland (2013), derivada do mix de contos de fadas Once Upon Time. As variadas releituras apresentam a geração após geração esse livro sem similar.

Vida longa à Alice!

Comentários

Comentários